Skip to content

Rede Globo e Bandeirantes lançam projetos para mídia dos ônibus

Setembro 24, 2009

As redes televisivas Globo e Bandeirantes passarão a transmitir sua programação também pelas mídias dos ônibus. Depois de ter sido publicada no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, no dia 29/08/2009, a portaria que autoriza a transmissão de mídias televisivas em tempo real dentro dos veículos, as duas redes de comunicação brasileira, confirmaram seus projetos de expansão para este novo tipo de mídia, a indoor.

Para serem difundidas nos coletivos, as emissoras fizeram parcerias com as empresas de TVs, que circulam em 900 ônibus da cidade. A Bus Mídia e TVO, serão responsáveis, individualmente, pela transmissão da rede parceira. Uma possível sociedade entre a rede Record e a Bus Tv foi cogitada por veículos de comunicação, porém, tal projeto ainda não foi oficializado e as assessorias responsáveis desmentem qualquer negociação.

As programações televisionadas serão, em princípio, pré-gravadas.  A Rede Globo iniciou suas transmissões com resumos das novelas, notícias, esportes e algumas propagandas dos programas “globais”, em 270 coletivos, nos outros 30, a programação será em tempo real. A Bandeirantes ainda não divulgou a grade que transmitirá, apenas informou que os programas serão no formato de especiais gravados. Tudo que será veiculado e os vídeos que passarão, devem, primeiramente, ser disponibilizados, via link de internet, para a SPtrans. Esta verificará se o conteúdo presente encontra-se de acordo com os padrões estabelecidos, se não estiverem, serão censurados.

Segundo a assessoria da SPtrans, os programas transmitidos nos coletivos não poderão conter assuntos políticos, sexuais, publicidades de cigarro e cerveja. Apesar da aprovação da grade ser, sobretudo, um encargo da empresa de transporte paulistano, a verificação dos programas, indiretamente, será também uma obrigação das viações, pois caso haja algo transmitido que faça parte dos itens pré-proibido, as companhias responsáveis terão que arcar com uma multa no valor de R$ 16, que serão descontados da remuneração que a SPtrans transfere para as empresas, o que equivale a 7 passagens de ônibus. Sobre a lista de contextos vulneráveis a censura, a SPtrans afirma que esta ainda poderá crescer.

Questionado sobre o que acontecerá com as programações anteriormente transmitidas, o assessor do SP Urbanuss, sindicato responsável pelas viações de ônibus, Marcelo Bossi, afirma que “As tvs continuarão a exibir conteúdo próprio adicionando-se aí a programação dos meios televisivos abertos”.

Apesar dos ônibus equipados com o sistema televisivos servirem apenas as linhas  Central, Santana, Imirim, Lapa, Butantã, Tatuapé, Penha, Santo Amaro e Jardim Ângela, a SP Urbanuss e as empresas de mídia em ônibus, ainda não sabem informar quais destas passarão a transmitir as programações das tvs abertas.

Por enquanto, apenas a Rede Globo de Televisão iniciou suas transmissões nos coletivos. A tv, que em principio foi vetada por não possuir regulamentação, pois não havia fornecido a SPtrans sua grade de programação, segue fazendo teste  em 300 ônibus do capital

Mais informações:

Agora

BusMedia

BusTV

TVOSP

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Isabeli Zucheli permalink
    Setembro 24, 2009 7:29 pm

    Isso aí gente! O blog tá ficando muito legal. Parabéns!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: