Skip to content

Jerry Lee Lewis volta ao Brasil na turnê “The Last Man Standing”

Setembro 30, 2009

por Bruno Sanches

Após dezesseis anos, Jerry Lee Lewis aos 73 anos retornou à cidade de São Paulo na sexta-feira 18 de setembro. Com um set variado de pouco menos de uma hora entre seu mais puro rock n’ roll e o country, o “matador”, apelido dado a Jerry pelo seu jeito bombástico de tocar, mostrou a um público um tanto quanto comportado que a idade pesa, mas a música fala mais alto.

O show de abertura ficou por conta da banda de Edinho Santa Cruz, que tocou um longo repertório de covers dos clássicos do rock. Nada além de versões burocráticas de hits como, “Another Brick in The Wall” e “Have you Ever Seen the Rain”. Por volta das onze horas, a banda de Jerry Lee finalmente entrou no palco e aqueceu o público com quatro versões de clássicos do blues encerrando com “Big Boss Man” de Jimmy Reed. Logo, as luzes se abaixaram e Jerry entrou no palco caminhando lentamente em direção ao seu piano.

Visivelmente sem a mesma energia do Jerry Lee Lewis de décadas atrás que todos costumávamos ver, aquele que ganhou o apelido de “The Killer” (“o matador”), que passou boa parte de seus 73 anos fazendo maluquices, abusando de seu corpo e alma e se portando como um legítimo rebelde, pioneiro do rock n’ roll dentro e fora dos palcos. Porém quando saem as primeiras notas de seu piano logo sabemos que sim, ainda é o mesmo Jerry.

divulgação

aos 73 anos de idade, Jerry Lee Lewis fez show em São Paulo

Abrindo o show com “Down the Line” de Roy Orbinson e em seguida “You Win Again” de Hank Williams, Jerry Lee tocou um set mesclando seu bom e velho rock n’ roll direto e reto (entre elas duas músicas de Chuck Berry), com grandes baladas country as quais por mais de duas décadas dominaram a carreira do cantor. Com um repertório menos óbvio, voltado para materiais mais recentes Jerry preferiu priorizar mais o momento atual que vive em sua carreira não tocando clássicos como “Crazy Arms”, “Rockin’ My Life Away” e “Breathless”.

No final, como era de se esperar, o Killer manda um medley de seus maiores clássicos “Great Balls of Fire” / “Whole Lotta Shakin’ Going On”, que levou o público, que ficou grande parte do show estático, a loucura e encerra o show ao melhor estilo Jerry Lee Lewis, colocando a casa abaixo. É fato que aos 73 anos Jerry não faria uma daquelas apresentações explosivas e inusitadas que fazia décadas atrás. Porém, mesmo com o peso da idade e de todas as loucuras que já vivenciou, Jerry Lee Lewis ainda dá uma lição de música, nunca perdendo suas raízes e mostrando aos jovens e aos seus fãs de terceira idade que a música ainda o faz continuar. Realmente, é o último homem de .

Anúncios
3 comentários leave one →
  1. Outubro 1, 2009 5:09 pm

    Essa foi a ultima chance!

  2. Gui permalink
    Novembro 4, 2009 2:25 am

    Puta que pariu hein……o cara que escreveu esse texto é Rei !!!!

    • jornalojornal permalink*
      Novembro 5, 2009 12:28 am

      Modestia à parte, afinal ele escreveu para o nosso blog, você está coberto de razão. Transmitiremos seus cumprimetos ao Bruno. Valeu, Gui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: