Skip to content

Pedala!

Outubro 1, 2009

Deixa em casa!

Dia Mundial Sem Carro”, 22 de setembro. Um dia frio, chuvoso. O movimento começou na França e foi trazido para o Brasil. Neste ano, mais de 500 ciclistas pedalaram na Av. Paulista no Dia Mundial Sem Carro para chamar atenção dos típicos paulistanos que não aderiram à causa.

É como já foi dito. Um dia frio, chuvoso…  Foi montada, também, uma “vaga viva” na Rua Padre João Manuel, esquina com a Paulista, que serviu de espaço para debates, das 7h às 19h, acerca de alternativas para o transito da cidade de São Paulo.

O evento é parceria de várias ONGs – Nossa São Paulo, Vitae Civilis, Transporte Ativo e IDEC e também de pessoas físicas e tem por objetivo principal a conscientização da população.

Para tal, Ecotaxis – bicicletas com dois bancos atrás, com baterias para a parte elétrica de luzes e para dar uma força nas subidas – estavam expostos e circulando pela Avenida Paulista;

Foram penduradas faixas na Avenida Sumaré – “Carro: dependência tem cura”, na entrada da Av. Paulista –  “Não Forde”; e os ciclistas carregaram uma faixa escrito “Utilize Alternativas” durante toda a pedalada.

“A complexidade do transporte público de São Paulo existe, mas existe também uma questão cultural. Há condições para se locomover sem carro, mas há de haver um esforço” disse Walter Feldman, secretário dos Esportes.  Enquanto isso, vozes animadas puxavam a turma. “-Menos carros, mais bicicletas”.

Havia também pedestres que forjavam o espaço de um carro com uma só pessoa dentro – durante a manifestação houve agressão a alguns dos participantes por parte da polícia.

As chamadas “Bicicletadas” acontecem todas as últimas sextas feiras do mês, porém foi aberta a exceção para a causa e além de ter acontecido numa terça feira, as pedaladas ocorreram todas as sextas feiras de Setembro. A reunião é na Praça dos Ciclistas, no começo da Avenida Paulista.

Rodrigo Sampaio, que participa das pedaladas de sexta a cinco anos contou que já houve “bicicletadas” com duas pessoas, mas que o movimento está agregando cada vez mais pessoas”.

André Pascoalini, ciclo ativista, completa: “Ano passado pedalaram no dia Mundial Sem Carro mais de mil pessoas, mas neste ano, devido à chuva, somos mais ou menos 500 pessoas”.

Dia Mundial Sem Carro

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: