Skip to content

Marcão e Raí

Novembro 15, 2009

Em mais uma cobertura interessante, o aluno Marcos Garcia emplaca entrevista interessantíssima com o craque, dentro e fora dos campos, Raí. Tudo para o “Portal ONNE”, onde Marcos Trabalha.

Raí continua fazendo golaços mesmo depois de se aposentar do futebol

O ex-jogador de futebol Raí, um dos maiores da história do futebol nacional, ídolo do São Paulo e da Seleção Brasileira, continua marcando fora de campo os golaços que acostumou fazer dentro das quatro linhas. Depois de uma carreira de sucesso, o craque se dedica a projetos sociais, para de alguma forma conseguir disseminar o esporte a todos os patamares da sociedade.

raímg

Foto: Marcos Garcia

Na primeira semana de novembro, o craque participou da “Semana Internacional Esporte pela Mudança Social”, que aconteceu no SESC/Santana, em São Paulo, com o objetivo de debater o esporte como ferramenta na promoção do desenvolvimento e na busca da paz, além de instrumento para a garantia dos Direitos Humanos. Passamos por lá e batemos um papo com ele. Confira!

raidiv
Fotos: Divulgação

ONNE: Como você acredita que o esporte pode influenciar na formação de um cidadão?
Raí: O esporte possui vários meios para ajudar na formação, como nas atividades escolares em si, ligadas a instituições que trabalham com educação. No Brasil, a gente sabe que isso é desvalorizado de uma maneira geral. Na questão de envolvimento, o esporte tem um poder de mobilização muito grande, então através dele você tem a oportunidade de trazer integração para o seu bairro, para a sua comunidade, e além da questão da visibilidade e da comunicação, os atletas, por exemplo, possuem um papel importante para disseminar valores que ajudam muito na formação de um cidadão.

Hoje, eu acho importante o esporte ir mais além. E esse passo é construir uma política pública, que seja mais ampla, nacional e que mude essa visão de que alguns possuem que o esporte é só um formador de atleta ou tirado apenas como lazer. O esporte é fundamental na formação do ser humano e consequentemente no desenvolvimento social, e se isso se transformar numa política pública, orientando todos os atores, instituições envolvidas e a educação a pensarem de forma parecida, certamente os resultados serão mais visíveis e muito importantes para o avanço da sociedade.

ONNE: O que você acha das atuais políticas de incentivo ao esporte no país?
Raí: Eu acho importante a política de incentivo fiscal através do esporte, mas ainda é nova. O próprio Ministério reconhece que não tem uma agilidade necessária para todos os anseios da população, com projetos sociais em parceria com empresas que apoiam a ideia. O ritmo ainda é lento, mas a iniciativa é positiva, pois temos a cultura que vem há muito tempo repensando sua política fiscal, trazendo muitos benefícios. O esporte pode ganhar muito com esta experiência da cultura, para trazer uma democratização dos recursos e que assim seja cumprida a constituição, onde todo brasileiro tenha direito a uma atividade esportiva de qualidade.

ONNE: Com a realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil a situação tende a melhorar?
Raí: Com certeza vai trazer o foco ainda mais forte para ao esporte, mas eu acho que gera uma oportunidade e também um perigo, pois todos os recursos e interesses podem ser voltados apenas para projetos de formação de atletas, que não colaborem para a mudança de paradigma do esporte como uma chance de desenvolvimento social. Acredito ser uma chance para o esporte chamar mais atenção até 2016, e que assim possa se construir uma política mais democrática, dando outra visão em relação ao esporte, para que o atleta seja uma conseqüência desta política e não o fim, quando recebem incentivos por já serem atletas de elite.

ONNE: Quantos projetos sociais você está participando atualmente?
Raí: A “Fundação Gol de Letra” que já completou 10 anos e também estou envolvido na ação “Atletas pela cidadania”, que é um projeto em que vários atletas em conjunto utilizam o poder de mobilização, o poder de comunicação, para causas sociais.

ONNE: Mudando de assunto, qual o seu clube favorito para a conquista do Campeonato Brasileiro?
Raí: Se o São Paulo tivesse conseguido aquela vitória frente ao Grêmio com certeza teria se transformado no grande favorito. Mas o clube é acostumado a momentos decisivos e certamente vai seguir brigando pelo título até as últimas rodadas.

postado por Marcos Garcia, às 22:59

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: